sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

A Recompensa do Serviço

Servir a Deus não é coisa vã. Há uma inestimável recompensa para aqueles que devotam a existência a Seu serviço. Testimonies, vol. 4, pág. 107.
Todo sacrifício, feito em Seu serviço, será recompensado segundo "as abundantes riquezas da Sua graça". Efés. 2:7. O Desejado de Todas as Nações, pág. 249.
Nosso galardão por trabalhar com Cristo neste mundo, consiste na maior capacidade e mais amplo privilégio de colaborar com Ele no mundo por vir. Parábolas de Jesus, pág. 361.
A Base de Avaliação

O valor do serviço feito a Deus mede-se mais pelo espírito com que o prestamos, do que pela extensão do tempo gasto no mesmo. Testimonies, vol. 9, pág. 74.
O seu êxito no progresso na vida divina depende do desenvolvimento dos talentos que lhes foram emprestados. Sua futura recompensa será proporcional à integridade e ao fervor com que eles servem ao Mestre. Review and Herald, 1º de março de 1887.
O Senhor tem uma grande obra para realizar, e mais legará na vida futura aos que na presente serviram mais fiel e voluntariamente. Parábolas de Jesus, pág. 330.
Os que foram à vinha à undécima hora, estavam gratos pela oportunidade de trabalhar. Seu coração estava cheio de gratidão àquele que os recebera; e quando no fim do dia o pai de família lhes pagou uma jornada completa, ficaram muito surpreendidos. Sabiam que não mereciam tal recompensa. E a bondade expressa no semblante de seu amo encheu-os de júbilo. Jamais esqueceram a benignidade do patrão nem a generosa recompensa que receberam.
Assim é com o pecador que, conhecendo sua indignidade, entrou na vinha do Mestre à undécima hora. Seu tempo de serviço parece tão curto, sente que não merece recompensa; porém, enche-se de alegria porque, sobretudo, Deus o aceitou. Labuta com espírito humilde e confiante, grato pelo privilégio de ser um coobreiro de Cristo. Deus Se deleita em honrar este espírito. Parábolas de Jesus, págs. 397 e 398.
Recompensa Segura
Aquele que designou a "cada um a sua obra" (Mar. 13:34), segundo suas aptidões, jamais deixará ficar sem recompensa o fiel cumprimento de um dever. Cada ato de lealdade e fé será coroado de testemunhos especiais do favor e aprovação de Deus. A todo obreiro é feita a promessa: "Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará sem dúvida com alegria, trazendo consigo seus molhos." Sal. 126:6. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 518.
Por mais breve que seja o nosso serviço, ou mais humilde nossa obra, se seguirmos a Cristo com fé singela, não seremos desapontados pelo galardão. Aquilo que o maior e mais sábio não pode alcançar, o mais débil e mais humilde receberá. Os portões áureos do Céu não se abrem para os que se exaltam. Não são erguidos para os de espírito altivo. Os portais eternos abrir-se-ão ao trêmulo contato de uma criancinha. Abençoado será o galardão da graça para os que trabalharam para Deus com simplicidade de fé e amor. Parábolas de Jesus, pág. 404.
A fronte dos que realizam esta obra cingirá a coroa do sacrifício. Mas receberão a sua recompensa. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 575.
Este pensamento deve ser para todo obreiro de Deus um estímulo e animação. Nossa obra para Deus parece muitas vezes nesta vida quase infrutífera. Nossos esforços para fazer o bem talvez sejam diligentes e perseverantes, e todavia é possível que nos não seja dado ver-lhes os resultados. Talvez o esforço se nos parece perdido. Mas o Salvador assegura-nos que nossa obra se acha registrada no Céu, e que a recompensa não pode faltar. Obreiros Evangélicos, pág. 512.
Toda ação, toda obra de justiça e misericórdia e generosidade, produz música no Céu. O Pai, de Seu trono contempla os que as praticam, e os conta entre Seus mais preciosos tesouros. "E eles serão Meus, diz o Senhor dos Exércitos, naquele dia que farei serão para Mim particular tesouro." Mal. 3:17. Todo ato de misericórdia para com os necessitados ou os sofredores, é como se fosse feito a Jesus. Todo que socorre ao pobre, se compadece do aflito e do oprimido, ou ampara o órfão, põe-se em mais íntima relação com Jesus. Review and Herald, 16 de agosto de 1881.
Cristo considera todo ato de misericórdia, de beneficência e de cuidadosa consideração para com o desafortunado, o cego, o coxo, o enfermo, a viúva e o órfão, como feito a Ele mesmo; essas obras são conservadas no registro celeste, e hão de ser recompensadas. Testimonies, vol. 3, págs. 512 e 513.
Uma Justa Recompensa
O Senhor é bom. É misericordioso, e terno de coração. Conhece a cada um de Seus filhos. Sabe exatamente o que cada um de nós está fazendo. Sabe o justo mérito de cada um. Não quereis pôr à margem vossa lista de méritos, vossa lista de condenações, deixando que Deus faça Sua própria obra? Haveis de receber vossa coroa de glória se atentardes para a obra que Deus vos confiou. Southern Watchman, 14 de maio de 1903.
O Senhor deseja que descansemos nEle sem pensar na medida do galardão. Quando Cristo habita na alma, o pensamento de remuneração não é supremo. Este não é o motivo impelente do nosso serviço. Parábolas de Jesus, pág. 398.
De cortiços, de pobres choças, de prisões, de cadafalsos, das montanhas e desertos, das cavernas da Terra e dos abismos do mar, Cristo recolherá Seus filhos. Na Terra tinham sido destituídos, afligidos e atormentados. Milhões baixaram ao túmulo carregados de infâmia, porque recusaram render-se às enganosas pretensões de Satanás. Por tribunais humanos os filhos de Deus foram condenados como os mais vis criminosos. Mas próximo está o dia em que "Deus mesmo é o juiz". Sal. 50:6. Então as sentenças dadas na Terra serão invertidas. Então "tirará o opróbrio do Seu povo de toda a Terra". Isa. 25:8. Vestes brancas dar-se-ão a todos eles. "E chamar-lhes-ão: povo santo, remidos do Senhor." Isa. 62:12. Parábolas de Jesus, págs. 179 e 180.
A Recompensa Presente
Felicidade
Aqueles que devotam a existência a um ministério semelhante ao de Cristo, conhecem o que significa a verdadeira felicidade. Seus interesses e orações estendem-se muito além de si mesmos. Eles próprios crescem à medida que procuram ajudar a outros. Familiarizam-se com os planos mais amplos, os mais admiráveis empreendimentos, e como não hão de eles crescer, se se colocam nos divinos condutos de luz e de bênção? Esses recebem sabedoria do Céu. Identificam-se mais e mais com Cristo em todos os Seus planos. Não há margem para a estagnação espiritual. Testimonies, vol. 9, pág. 42.
A igreja que se empenha com êxito nessa obra, é uma igreja feliz. O homem ou a mulher cuja alma se comove de compaixão e amor pelos que erram, e que trabalham para trazê-los ao redil do grande Pastor, ocupam-se numa bendita obra. E oh! como enleva o pensamento de que, ao ser assim resgatada uma alma, há mais alegria no Céu do que por noventa e nove justos! Testimonies, vol. 2, pág. 22.
Coisa alguma é fastidiosa para aquele que se submete à vontade de Deus. Fazê-lo "como ao Senhor" (Col. 3:23) é um pensamento que empresta encanto a qualquer obra que Deus lhe confie. Testimonies, vol. 9, pág. 150.
O obreiro cristão não acha nenhum trabalho enfadonho, no desempenho da tarefa que lhe foi designada pelo Céu. Recebe a recompensa do seu Senhor ao ver almas libertas da servidão do pecado; e essa alegria o recompensa de todo o sacrifício. Southern Watchman, 2 de abril de 1903. Tornar-se um obreiro, prosseguir pacientemente em fazer o bem que requer trabalho abnegado é uma obra gloriosa, a qual o Céu aprova. Testimonies, vol. 2, pág. 24.
Cristo Se deleita em tomar material de que, aparentemente, não há esperança - aqueles que Satanás tem degradado, e por cujo intermédio tem operado - e torná-los objeto de Sua graça. ... Ele faz de Seus filhos instrumentos na realização desta obra, em cujo êxito, mesmo nesta vida, encontram preciosa recompensa. Obreiros Evangélicos, pág. 516.
Bênção.
Todo esforço feito para Cristo reverterá em bênçãos para nós mesmos. Parábolas de Jesus, pág. 354.
Todo dever cumprido, todo sacrifício feito em nome de Jesus, traz uma recompensa excelente. No próprio ato de cumprir o dever, Deus fala e dá Sua bênção. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 485.
Devemos viver neste mundo para ganhar almas para o Salvador. Se ofendemos os outros, prejudicamo-nos a nós mesmos. Se os beneficiamos, somos nós mesmos beneficiados; pois a influência de toda ação boa se reflete em nosso próprio coração. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 458.
Todo raio de luz espargido sobre outros, refletir-se-á em nosso próprio coração. Toda palavra bondosa e compassiva que se dirija a um aflito, toda ação praticada para aliviar um oprimido, e toda dádiva que se destina a suprir as necessidades de nossos semelhantes, dada ou feita tendo em vista a glória de Deus, resultará em bênçãos para o doador. Aqueles que assim trabalham, estão obedecendo a uma lei do Céu, e hão de receber a aprovação de Deus. Testimonies, vol. 4, pág. 56.
Conquanto a grande recompensa final seja dada na vinda de Cristo, o serviço feito de coração para Deus proporciona mesmo nesta vida uma recompensa. Obstáculos, oposição e amargo e desolador desânimo, o obreiro tem de enfrentar. Talvez ele não veja o fruto do seu labor. A despeito de tudo isso, porém, encontra em seu trabalho uma bendita recompensa. Todos quantos se entregam a Deus num serviço desinteressado pela humanidade, estão cooperando com o Senhor da glória. Este pensamento adoça toda fadiga, retempera a vontade, revigora o espírito para qualquer coisa que possa sobrevir. Obreiros Evangélicos, pág. 513.
Saúde.
Fazer o bem é excelente remédio para a enfermidade. Aqueles que se empenham na obra são convidados a invocar ao Senhor, e Ele prometeu responder-lhes. Sua alma será saciada na seca, e regada como um jardim cujas águas não faltam. Testimonies, vol. 2, pág. 29.
Na companhia de Deus, de Cristo e dos santos anjos, são envolvidos num ambiente celeste, ambiente que traz saúde ao corpo, vigor ao intelecto e alegria à alma. Obreiros Evangélicos, pág. 513.
O prazer de fazer bem a outros, comunica aos sentimentos um ardor que eletriza os nervos, vivifica a circulação do sangue, e produz saúde física e mental. Testimonies, vol. 4, pág. 56.
Vigor.
Impeça-se um homem forte de trabalhar, e ele se tornará fraco. A igreja ou pessoa que se exime de se ocupar com outros, que se encerra em si mesma, há de sofrer em breve um enfraquecimento espiritual. É o trabalho o que conserva o vigor ao homem. E trabalho espiritual, fadiga e responsabilidades, eis o que há de dar vigor à igreja de Cristo. Testimonies, vol. 2, pág. 22.
Paz.
No fazer bem aos outros, experimentarão [os seguidores de Deus] uma doce satisfação, uma paz interior que lhes será suficiente recompensa. Quando impelidos por elevado e nobre desejo de fazer o bem aos outros, encontrarão verdadeira felicidade num fiel desempenho dos múltiplos deveres da vida. Isso trará mais que uma recompensa terrestre; pois todo cumprimento fiel, abnegado do dever, é notado pelos anjos e se destaca no registro da vida. Testemunhos Seletos, vol. 1, págs. 206 e 207.
Recompensa Futura
Vida Eterna.
Mediante esforços fervorosos, solícitos, para ajudar onde houver necessidade de auxílio, o verdadeiro cristão mostra seu amor por Deus e por seus semelhantes. Poderá perder a vida no serviço; mas quando Cristo vier buscar para Si as Suas jóias, ele a tornará a achar. Testimonies, vol. 9, pág. 56.
Graciosas Boas-vindas ao Lar
Detende-vos no limiar da eternidade, e escutai as alegres boas-vindas dadas àqueles que nesta vida cooperaram com Cristo, reputando como privilégio e honra sofrer por Sua causa. ... Aí os remidos saúdam aqueles que os conduziram ao excelso Salvador. Unem-se no louvor dAquele que morreu para que os seres humanos pudessem fruir a vida que se mede com a de Deus. O conflito está terminado. As tribulações e lutas chegaram ao fim. Cânticos de vitória enchem todo o Céu, enquanto os remidos permanecem em volta do trono de Deus. Todos entoam o jubiloso coro: "Digno é o Cordeiro, que foi morto" (Apoc. 5:12) e que nos remiu para Deus. A Ciência do Bom Viver, págs. 506 e 507.
Se o relatório mostra haver sido essa a sua vida, e que seu caráter foi assinalado pela ternura, abnegação e beneficência, receberão a bendita certeza, e a bênção de Cristo: "Vinde, benditos de Meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." Mat. 25:34. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 404.
Ambiente Celeste
Agora a Igreja é militante. Agora temos de enfrentar um mundo de trevas, quase inteiramente dado à idolatria. Mas está chegando o dia em que será travada a batalha e ganha a vitória. A vontade de Deus deve ser feita na Terra como o é nos Céus. As nações dos remidos não conhecerão outra lei senão a lei dos Céus. Constituirão todos uma família feliz e unida, revestida com as vestes de louvor e ações de graças - as vestes da justiça de Cristo. Toda a natureza, em sua arrebatadora formosura, oferecerá a Deus um tributo de louvor e adoração. O mundo será banhado com a luz do Céu. A luz da Lua será como a luz do Sol, e a luz do Sol será sete vezes maior do que é hoje. Os anos decorrerão na alegria. Sobre essa cena, as estrelas da manhã cantarão em uníssono, e os filhos de Deus exultarão de alegria, enquanto Deus e Cristo Se unirão proclamando: "Não haverá mais pecado nem morte." A Ciência do Bom Viver, págs. 504 e 506.
Alegria
A recompensa dos obreiros de Cristo é entrar em Sua alegria. Aquela alegria, que o próprio Cristo antecipava com ansioso desejo, é apresentada em Sua petição ao Pai: "Aqueles que Me deste quero que, onde Eu estiver, também eles estejam comigo." João 17:24. Obreiros Evangélicos, pág. 516.
Em nossa vida aqui, posto que terrestre e restrita pelo pecado, a maior alegria e mais elevada educação se encontram no serviço em favor de outrem. E no futuro estado, livres das limitações próprias da humanidade pecaminosa, será no serviço que se encontrará a nossa máxima alegria e mais elevada educação - testemunhando (e aprendendo, novamente, sempre que assim o fizermos) "as riquezas da glória deste mistério... que é Cristo em vós, esperança da glória". Col. 1:27. Educação, pág. 309.
Participam dos sofrimentos de Cristo e também participarão da glória que há de ser revelada. Unidos com Ele em Sua obra, com Ele sorvendo o cálice da amargura, são também participantes de Sua alegria. O Maior Discurso de Cristo, pág. 13.
Frutos da Sementeira
Todo impulso do Espírito Santo que leva os homens à bondade e a Deus, é anotado nos livros do Céu, e no dia de Deus, a todo aquele que se houver entregue como instrumento para a obra do Espírito Santo, será concedido ver os frutos de sua vida. Obreiros Evangélicos, pág. 517.
Quando os remidos se acharem perante Deus, responderão a seus nomes almas preciosas, que aí se encontram em virtude dos fiéis e pacientes esforços feitos em seu favor, das súplicas e do fervor com que os persuadiram a fugir para o Forte. Assim aqueles que foram neste mundo cooperadores de Deus, hão de receber sua recompensa. Testimonies, vol. 8, págs. 196 e 197.
Que regozijo há de haver quando esses remidos se encontrarem com os que se preocuparam em seu favor, e os saudarem! E os que viveram, não para se agradar a si mesmos, mas para ser uma bênção para os desafortunados que tão poucas bênçãos desfrutam - como lhes há de palpitar satisfeito o coração! Eles compreenderão a promessa: "Serás bem-aventurado; porque eles não têm que to recompensar; mas recompensado te será na ressurreição dos justos." Luc. 14:14. Obreiros Evangélicos, pág. 519.
Veremos no Céu os jovens a quem ajudamos, os que convidamos para nosso lar, a quem desviamos da tentação. Veremos seus rostos refletindo o brilho da glória de Deus. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 575.
Ser cooperador de Cristo e dos anjos do Céu no grande plano da salvação! Que obra se poderá a esta comparar? De cada alma salva ascende a Deus um tributo de glória, o qual se reflete sobre o salvo, e sobre aquele que serviu de instrumento em sua salvação. Testimonies, vol. 2, pág. 232.
Os remidos hão de encontrar e reconhecer aqueles cuja atenção encaminharam ao excelso Salvador. Que alegres conversas hão de eles ter com essas almas! "Eu era pecador", dirá alguém, "sem Deus e sem esperança no mundo; e tu te aproximaste de mim, e atraíste minha atenção para o precioso Salvador, como minha única esperança. E eu cri nEle. Arrependi-me de meus pecados, e foi-me dado assentar juntamente com Seus santos nos lugares celestiais em Cristo Jesus." Outros dirão: "Eu era pagão, em terras pagãs. Tu deixaste teu lar confortável e vieste ajudar-me a encontrar Jesus, e a crer nEle como único Deus verdadeiro. Destruí meus ídolos e adorei a Deus, e agora vejo-O face a face. Estou salvo, eternamente salvo, para ver perpetuamente Aquele a quem amo. Então eu O via apenas com os olhos da fé, mas agora vejo-O tal como Ele é. É-me dado agora exprimir Àquele que me amou, e me lavou dos pecados em Seu próprio sangue, minha gratidão por Sua redentora misericórdia."
Outros exprimirão seu reconhecimento aos que alimentaram o faminto e vestiram o nu. "Quando o desespero acorrentava minha alma à descrença, o Senhor te enviou a mim", dizem eles, "para dizer-me palavras de esperança e conforto. Trouxeste-me alimento para as necessidades físicas, e abriste-me a Palavra de Deus, despertando-me para minhas necessidades espirituais. Trataste-me como irmão. Tiveste compaixão de mim. Simpatizaste comigo em minhas dores, e restauraste-me a alma quebrantada e ferida, de maneira que me foi possível agarrar a mão de Cristo, estendida para me salvar. Em minha ignorância, ensinaste-me pacientemente que eu tinha no Céu um Pai que cuidava de mim. Leste-me as preciosas promessas da Palavra de Deus. Inspiraste-me fé em que Ele me salvaria. Meu coração foi abrandado, rendido, despedaçado, ao contemplar eu o sacrifício que Cristo fizera por mim. Tive fome do pão da vida, e a verdade foi preciosa à minha alma. Aqui estou, salvo, eternamente salvo, para viver eternamente em Sua presença, e louvar Aquele que deu a vida por mim." Obreiros Evangélicos, págs. 518 e 519.
Esperar Pacientemente a Recompensa
Se parece longo o tempo de espera pela vinda de nosso Libertador; se, curvados pela aflição e esgotados pela fadiga, nos sentimos impacientes por que termine nossa missão e recebamos honrosa baixa da luta, lembremo-nos - e que essa lembrança impeça qualquer queixume - de que Deus nos deixa enfrentar na Terra as tempestades e conflitos a fim de aperfeiçoarmos o caráter cristão, de nos relacionarmos mais intimamente com Deus, nosso Pai, e com Cristo, nosso Irmão mais velho; e fazermos obra para o Mestre, ganhando para Ele muitas almas, de modo que, com coração alegre, possamos ouvir as palavras: "Bem está, servo bom e fiel... entra no gozo do teu Senhor." Mat. 25:21. Review and Herald, 25 de outubro de 1881.
Sê paciente, soldado cristão. Ainda um pouco, e Aquele que há de vir virá. A noite de fatigante esperar, de vigia e tristeza, está quase passada. Em breve será dada a recompensa; o dia eterno há de raiar. Não há tempo agora para dormir - não há tempo para se desperdiçar em inúteis lamentos. Aquele que se arrisca a cochilar agora, perderá preciosas oportunidades de fazer bem. É-nos concedido o bendito privilégio de ajuntar molhos na grande colheita; e cada alma salva será mais uma estrela na coroa de Jesus, nosso adorável Redentor. Quem está ansioso por depor a armadura, quando, continuando um pouco mais a batalha, conquistará novas vitórias, e ganhará novos troféus para a eternidade? Review and Herald, 25 de outubro de 1881.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Deus Está Sempre Acessível

Deus está sempre acessível! Nenhum tempo ou lugar nos separa da possibilidade de falar com o Senhor. Para encotrá-lo não há sala de espera em que tenhamos que passar horas angustiosas de incerteza. Uma visita ao médico muitas vezes exige paciência. Então surge logo a pergunta: durante quanto tempo terei que esperar? Quando chegará a minha vez? É desse modo que ficamos sentados nas salas de espera.
Não é assim com Deus. Com Ele, é muito simples – como está escrito em Hebreus 10.22: "aproximemo-nos..." Devemos exclusivamente ao nosso Senhor Jesus Cristo o termos esse acesso livre. A chave para ele é a fé: "aproximemo-nos..., em plena certeza de fé". Sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). Sem fé, obstruímos o caminho até Ele. Sem fé, não percebemos o acesso livre. Somente a visão de fé nos conduz com segurança até Ele. O aproximar-se dEle é ao mesmo tempo um passo de fé. Hebreus 4.16 nos exorta bem concretamente: "Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna."
Um grande problema entre nós cristãos é a passividade e a indiferença. Se não dermos passos bem concretos de fé em direção a Ele, Deus não agirá. Sem buscarmos conscientemente Sua presença, não receberemos ajuda.
Um dos encontros mais impressionantes com Jesus certamente está relatado na história da mulher curada da hemorragia. Ela era incuravelmente enferma. Sem dúvida, ela tinha passado muitas horas nas salas de espera dos médicos durante sua vida – em vão. Está escrito que ela tinha gasto todos os seus haveres com consultas médicas e que ninguém tinha podido curá-la – até que teve contato com Jesus. Em Lucas 8.44 está escrito de maneira tão simples: "veio por trás dele e lhe tocou na orla da veste..." O passo de fé dessa mulher enferma levou à sua cura completa.
Com isso não quero dar a entender que sempre tem que acontecer necessariamente uma solução física ou prática dos nossos problemas. Com certeza, porém, o Senhor nos liberta do problema. Pode ser que o problema em si continue existindo – mas não se trata mais do seu problema, e sim do problema dEle! Ele lhe ajudará, Ele pode curá-lo. Talvez Sua interferência não ocorra como você imaginou, mas com certeza ela lhe será útil para a eternidade, curando a alma e o espírito!
Esse acesso livre está sempre disponível. Vamos dar passos de fé e abrir a porta – e ficaremos impressionados com a glória da Sua graça. Ele, o Todo-Poderoso, fez tudo por nós – basta que nos manifestemos! (Peter Malgo - http://www.apaz.com.br)

Ana Caram / Curitiba 24-10-2010 / Testemunho

Ana Caram - A Chave do Céu

Ana Caram - testemunho - IASD - Givaldo.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Deus cuida de mim

Testemunho - Laura Morena

Cantar ao Senhor

Aquele que oferece sacrifício de louvor Me glorificará; e àquele que bem ordena o seu caminho Eu mostrarei a salvação de Deus. Salmos 50:23.
Vinde a Jesus como estais, pecador, fraco e necessitado, e Ele vos dará a água da vida. Precisais de uma fé que alcance através da sombra infernal que Satanás lança atravessada em vosso caminho. Ele está ativamente inventando divertimentos e modas que ocuparão de tal maneira a mente dos homens, que eles não terão mais tempo para meditação. Ensinai vossos filhos a glorificarem a Deus, não para agradarem a si mesmos. Eles são Seus filhos — Seus [dEle] pela criação e pela redenção. Ensinai-lhes a desprezarem os divertimentos e as loucuras desta época degenerada. Conservai sua mente pura e santa à vista de Deus. … Louvai a Deus. Que vossa conversação, vossa música, os vossos hinos, tudo louve Aquele que tanto fez por nós. Louvai a Deus aqui, e então estareis preparados para vos reunirdes ao coro celestial, quando entrardes na cidade de Deus. Então podereis lançar vossa brilhante coroa aos pés de Jesus, tomar vossa harpa de ouro, e encher todo o Céu com melodia. Nós O louvaremos com uma língua imortal.
Ao guiar-nos nosso Redentor ao limiar do Infinito, resplandecente com a glória de Deus, podemos aprender o assunto dos louvores e ações de graças do coro celestial em redor do trono; e despertando-se o eco do cântico dos anjos em nossos lares terrestres, os corações serão levados para mais perto dos cantores celestiais. A comunhão do Céu começa na Terra. Aqui aprendemos a nota tônica de seu louvor.
Louvai ao Senhor; falai de Sua bondade, falai de Seu poder. Suavizai a atmosfera que circunda vossa vida. … Louvai-O com o coração, com a voz, com todo o ser. … Louvai Aquele que é a luz de vosso semblante e vosso Deus

Ellen G. White, Cuidado de Deus, pág. 38.

domingo, 30 de outubro de 2011

À PROCURA DO PERDIDO

Luc. 19:10
Em Londres num dos últimos anos muitos viajantes deixaram 122.000 luvas nos onibus da cidade e no metro. Deixaram também 62.000 guarda-chuvas e 14.000 pares de óculos. Sem dúvida, alguns dos possuidores fizeram grandes caminhadas para recuperar os artigos perdido, pois Deus pôs em nós uma forte aversão a perder nossos bens.
Uma ocasião Jesus disse três parábolas, cada uma das quais envolvia alguma coisa que se perdera. Na primeira foi perdida uma ovelha. O pastor tinha 99 outras ovelhas, mas deixou-as no redil e saiu pela noite a dentro, errando pelos montes e os vales do deserto até encontrar a ovelha perdida.
Na segunda, uma mulher perdera uma moeda. Possuía nove moedas mais, porém acendeu uma vela e varreu diligentemente a casa até encontrar a moeda perdida. Na última parábola, um pai perdeu um de seus filhos. Esse filho não estava fisicamente perdido, mas pior que isto, estava perdido no sentido espiritual: perdido em pecado. Abandonara a casa paterna e estava a desperdiçar a vida numa terra longe.
Seja um gigante, confie em Deus, ore pelo Espírito Santo para derrotar satanás que deixa o seu filho longe de Jesus, ou está em casa perdido, quem sabe está como a ovelha num beco e não sabe como retornar. Jesus está pronto a ser seu Companheiro em vencer o inimigo, vença o gigante do medo, da hesitação, confie e rogue por 5 pedrinhas para vencer!

IMPRESSIONANTE ATITUDE! A ATITUDE DETERMINA A ALTITUDE.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Wintley Phipps – O Poder de um Sonho !


O poder de um sonho parece expressamente alinhado com o surpreendente Ministério da música, liderança da igreja, e mudança social imputável ao Pastor Adventista Wintley Augustus Phipps. A vóz régia do barítono, duas vezes candidato ao Grammy Award, têm sido anunciada em seis dos sete continentes, e antes de todos os presidentes americanos desde Ronald Reagan. Na última década, ele também recebeu considerável atenção como fundador e CEO da U.S. Dream Academy. Ele compartilhou recentemente com a Revista Message, os destaques de seu ministério.
Message: Você é aclamado em vários e diferentes pontos – Vocalista e artista musical, ministro, orador motivacional, visionário para a mudança social, e muito mais. Com qual desses papéis você mais se identifica?
Phipps: O papel que eu mais me identifico com o ministério, baseia-se em 1 Pedro 4:11, que afirma: “Se alguém ministra, ministre segundo a força que Deus dá”. No núcleo do que eu sou e do que eu faço está o ministério.
Message: Quais são os papéis de sua esposa, Linda, e de seus filhos Wintley, Winston, e Wade dentro dos vários ministérios?
Phipps: Minha esposa e filhos têm de muitas maneiras sido excepcionalmente encorajadores. Eu não poderia assumir as responsabilidades relacionadas com os respectivos ministérios sozinho, e tem sido o poder de uma família cristã que tem contribuído imensamente para o sucesso do meu ministério. De todos os elogios e realizações, aquele para o qual sou muito agradecido é que fui capaz de construir o que eu não tive quando criança – uma forte família cristã. Nós temos viajado o mundo juntos no ministério.
Message: O que inspirou a criação da U.S. Dream Academy?
Phipps: Eu tive uma experiência incomum num dia em que passeava de trem de Baltimore para a Filadélfia. Eu observei um senhor no trem e pediu para me sentar ao lado dele. Para minha surpresa, ele era Chuck Colson, o primeiro membro da administração Nixon a ser indiciado por acusações relacionadas com o caso Watergate. Ele cumpriu pena na prisão por seu envolvimento com o caso Watergate, e após a libertação começou o que agora é o maior ministério da prisão do mundo (Prison Fellowship Ministries). Nós nos tornamos amigos muito queridos desde a viagem de trem, e ele começou a me levar para dentro das prisões para cantar. Fiquei abalado interiormente com o que vi, porque eu não sabia que um em cada três homens negros nos Estados Unidos com idades entre 18 e 30 anos estão na prisão ou sendo supervisionados pelo sistema judicial. Aprendi também que entre 60 e 70 por cento das crianças na América que acabam na prisão, provém daqueles que estão agora na prisão. Isso me inspirou a tornar-me um defensor para os filhos dos presos, com o objetivo de romper o ciclo inter-geracional de encarceramento. O resultado surpreendente foi a criação da U.S. Dream Academy. Doze anos depois nós estabelecemos programas “depois da escola” em 10 cidades de todo o país. Nosso foco é prover três fundamentos: desenvolvimento de habilidades, construção do caráter, e construção de sonhos para as crianças cujos pais estão presos, e que estão ficando para trás na escola, uma vez que existe uma forte ligação entre o insucesso escolar e o encarceramento. Foi Frederick Douglass, que disse: “É mais fácil construir crianças fortes
do que reparar homens quebrados”, e esta é nossa missão.
Message: A U.S. Dream Academy recebeu generosas doações de mais de US $ 5 milhões de dólares da apresentadora de talk show Oprah Winfrey. A que você atribui esse nível de generosidade?
Phipps: Quando ministro minha música às pessoas, ela abre a porta para que eu possa continuar o ministério em suas vidas. Vinte e nove anos atrás, eu estava cantando em Baltimore, Maryland, no centro cívico. Uma jovem se aproximou de mim após a entrega da música e me disse: “Desculpe-me, senhor, eu só ouvi você cantar”, e ela continuou a partilhar comigo como estava desanimada. Mais tarde descobri que ela estava prestes a perder seu emprego. Depois de discutir a situação, eu orei por ela. Eu terminei o nosso encontro com estas palavras: “Deus tem me impressionado para lhe dizer que Ele vai abençoá-la e dar-lhe uma oportunidade de falar para milhões de pessoas”. Aquela jovem era Oprah Winfrey, que naquele dia respondeu: “Você realmente acha que Deus faria isso por mim? Através dos anos, tem sido minha bênção e uma honra continuar orando pela Oprah, estendendo a ela encorajamento espiritual, orientação e conselhos. Ela é uma forte defensora e ajuda às crianças desfavorecidas, e é a mais generosa doadora para a U.S. Dream Academy.
Message: Qual é o sonho pessoal mais importante a ser realizado agora?
Phipps: O sonho mais importante no meu coração é um dia estar no céu e ouvir Jesus batendo na porta da minha mansão, dizendo: “Meu filho, estou prestes a ir para algumas outras partes do meu universo, onde eles nunca viram um filho da terra que foi redimido, e eu quero que você vá comigo e cante antes que eu fale”. Esse é o sonho que me mantém focado, olhando para o ministério com visão eternal. Um dia na glória eu quero cantar antes de Jesus falar.
Entrevista feita por Joyce Johnson e publicada na Revista Message. Crédito da Tradução Blog Sétimo Dia http://setimodia.wordpress.com/

sábado, 22 de outubro de 2011

OS MUNDOS NÃO CAÍDOS

INTRODUÇÃO.

1. Por diversas vezes tenho sido consultado sobre a existência de seres viventes nos mundos intergalácticos. Raciocínio, inteligência e lógica é o que não deve faltar em todos os crentes no que concerne sobre esta matéria. Gênesis é um mundo abismático para aqueles inquiridores da Palavra de Deus. Estamos aqui há quase 6 mil anos literais, por que então pensarmos que estamos sozinhos neste universo criado por Jeová o Senhor?


2. Evidentemente são raros os textos escriturísticos que falam do assunto – os mundos não caídos. Pelo menos encontramos apenas Jó/38:7 que numa linguagem metafórica fala de estrelas que alegremente cantavam e os filhos de Deus bradavam. Ora filhos de Deus e estrelas, no entender de Jó e do júbilo desses personagens celestiais, creditam a nossa imaginação acerca dos mundos além Terra.

3. Jó também faz alusão aos concílios celestiais onde participam esses mundos não caídos. E como representante do nosso planeta veio também, o usurpador daquilo que Adão recebeu de mão beijada do Senhor Deus (Gn/1:28), Satanás (Jó/1:6... e 2:1... Ora, diante dessas indeclináveis evidências, louvamos a Deus pelo dom profético outorgado a todos os ASD e a todos aqueles que receberem a sua mensagem profética (Ap/10:11). Sem profeta não existe a cognição da salvação em todos os seus aspectos. Igreja que não tem o dom profético(no sentido de escatologia) está fadada ao desaparecimento e ao descrédito, porque sem profecia o povo se corrompe (Pv/29:18).

4. E foi para atender a essa meia dúzia de consulentes que resolvi pesquisar nos livros inspirados pelo Espírito de Profecia (o Espírito de Deus), livros escritos pela profetiza do Senhor que escreveu tão abundantemente, mostrando claramente que este é um assunto deveras impressionante e de tão maravilhosas mensagens revigorantes para a nossa Fé em Jesus.

5. Meu querido amigo(a), irmão(a) e/ou consulente delicie-se com as informações sobre os anjos e sobre os mundos não caídos que expectantes contemplam as cenas finais do Grande Conflito Cósmico. Quem lê entenda e Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que Espírito diz as Igrejas... (Ap/2:11, 17 e 29; e Ap/3:6, 13 e 22; Mt/11:15 e 13:9 e Lc/8:8)

6. Só para ter uma ideia da Grandiosidade de Deus veja-se o pano estelar que é composto, segundo os cientistas astronômicos e astrofísicos. O Céu é composto de constelações e galáxias.

Aries | Taurus | Gemini | Cancer | Leo | Virgo | Libra | Scorpius | Sagittarius | Capricornus | Aquarius | Pisces|Andrômeda

7. Pinçando apenas Andrómeda, inferimos na pesquisa que ela é constituída de outras constelações: É chamada a sopa de constelações.

Andromeda | Aquila | Ara | ArgoNavis | Carina | Puppis | Vela | Auriga | Boötes | Canis Major | CanisMinor | Cassiopéia | Centaurus | Cepheus | Cetus | Corona Australis | Corona Borealis | Corvus | Crater | Cygnus | Delphinus | Draco | Equuleus | Eridanus | Hercules | Hydra | Lepus | Lupus | Lyra | Ophiuchus | Orion | Pegasus | Perseus | PiscisAustrinus | Sagitta | Serpens | Triangulum | Ursa Major | UrsaMinorAntlia | Apus | Caelum | Camelopardalis | CanesVenatici | Chamaeleon | Circinus | Columba | Coma Berenices | Crux | Dorado | Fornax | Grus | Horologium | Hydrus | Indus | Lacerta | Leo Minor | Lynx | Mensa | Microscopium | Monoceros | Musca | Norma | Octans | Pavo | Phoenix | Pictor | Pyxis | Reticulum | Sculptor | Scutum | Sextans | Telescopium | TriangulumAustrale | Tucana | Volans | Vulpecula

8. Convém salientar que uma galáxia é um conjunto de vários bilhões de estrelas interagindo, gravitacionalmente, poeira, gás e radiação cósmica. Todo este sistema é mantido junto pela ação da força gravitacional.



9. A foto telescópica acima mostra que cada ponto branco ali visualizado está cada um ao lado do outro, a milhões de anos luzes. É sem dúvida o incomensuravelmente macro. Está além da imaginação. Será que Deus criou tudo isto vazio, e só este planeta com seus miasmas e deteriorado pelos pecado?

10. Sendo ainda mais precioso, utilizamos as informações disponíveis acessadas no site do grande conglomerado astronômico construído no deserto de Atacama, no Chile, em que as conclusões desses experts são de que existem tipos diferentes de galáxias, classificadas pelo seu tamanho e, principalmente, pela sua forma ou "morfologia". Os estudos das galáxias nos revelam três tipos principais: as galáxias espirais, com a forma de um fino disco; as galáxias elípticas, que tem a forma de uma esfera alongada ou achatada, e as galáxias irregulares.

11. Eis Andrómeda:



12. Pasmem isto é só uma Galáxia. Ela é denominada pelos astrônomos como uma sopa de constelações, e cada constelação tem bilhões de estrelas.

13. Deixamos no ar a pergunta: Será que elas são desabitadas, pensando-se que só o nosso planeta é habitado. Nós qwue somos uma poeira cósmica no meio da Grandiosidade de Deus?

14. O fato é que nos alimentamos da inspiração profética com informações tão precisas e verdadeiras a respeito dos habitantes destes Mundos Maravilhosos. Deliciemo-nos com a preciosidade destas informações inspiradas da presença e participação dos habitantes dos mundos não caídos e como a salvação que nos foi outorgada os atingem como uma garantia de segurança de que o pecado não se levantará duas vezes (Naum1:7). Eis os enxertos inspirados dos escritos de E.G.White sobre ...


...A Verdade Sobre os Anjos e os mundos
não caídos.

Os mundos não caídos contemplavam esta cena com assombro, incapazes de compreender o nível de degradação ocasionado pelo pecado. Legiões de anjos maus controlavam sacerdotes e dirigentes e, mediante os mesmos, prosseguiam às sugestões de Satanás quanto a persuadir e tentar o povo, através de falsidades e suborno, a rejeitar o Filho de Deus e a escolher um ladrão e assassino em Seu lugar. ...

Que cena era essa para ser contemplada por Deus, serafins e querubins! O Filho Unigênito de Deus, a Majestade do Céu, o Rei da glória, sendo zombado, insultado, escarnecido, rejeitado e crucificado por aqueles a quem viera salvar, os quais se haviam entregado ao controle de Satanás! Review and Herald, 14 de abril de 1896.
.
Quando Cristo exclamou: "Está consumado" (João 19:30), os mundos não caídos ficaram em segurança. Para estes a batalha havia sido completada e a vitória obtida. Desde então Satanás não mais encontraria espaço nas afeições do Universo. Review and Herald, 12 de março de 1901.

Não foi senão por ocasião da morte de Cristo que o caráter de Satanás se revelou claramente aos anjos e aos mundos não caídos.Foi então que as mentiras e acusações daquele que antes fora um exaltado anjo, apareceram em sua verdadeira luz. (Signs of the Times, 27 de agosto de 1902. A Verdade sobre os Anjos , p205, §2)

“O significado da morte de Cristo será percebido por santos e anjos. Homens caídos não teriam um lar no Paraíso de Deus sem o Cordeiro morto desde a fundação do mundo.Os anjos atribuem honra e glória a Cristo, pois nem mesmo eles se encontram seguros, exceto ao contemplarem os sofrimentos do Filho de Deus. É através da eficácia da cruz que os anjos do Céu são protegidos contra a apostasia. Sem a cruz eles não se encontrariam em maior segurança contra o mal do que os anjos estavam antes da queda de Satanás. A perfeição angélica fracassou no Céu. A perfeição humana fracassou no Éden.... O plano de salvação, tornando manifesta a justiça e amor de Deus, provê eterna salvaguarda contra a rebelião dos mundos não caídos. A morte de Cristo sobre a cruz do Calvário é a nossa única esperança neste mundo, e será o nosso tema no mundo por vir”. (Signsofthe Times, 30 de dezembro de 1889/A Verdade sobre os Amjos, p205-4)

A ciência da redenção é a ciência de todas as ciências; a ciência que constitui o estudo dos anjos e de todos os seres dos mundos não caídos; a ciência que ocupa a atenção de nosso Senhor e Salvador; ciência que se acha incluída no propósito originado na mente do Infinito...; ciência, enfim, que será o estudo dos remidos de Deus através dos séculos infindáveis. (Educação, pág. 126;MM-Maranata, p 363 , 3)

...E Recebereis Poder.

Seu povo deve tornar-se praticante da justiça, pessoas que busquem constantemente a Deus e sempre façam Sua vontade..Isto os tornará completos em Cristo. Devem manifestar aos anjos, aos homens e aos mundos não caídos que sua vida está de acordo com a vontade de Deus, que são adeptos leais dos princípios de Seu reino. Habitando em seus corações pela fé, o Espírito Santo os conduzirá à comunhão com Cristo e uns com os outros, produzindo neles os preciosos frutos da santidade. (Review and Herald, 19 de agosto de 1909.;MM – E Recebereis Poder, p 30 e § 6)

Mensagens Escolhidas - Volume 1

Com que intenso interesse foi essa luta observada pelos anjos celestiais e os mundos não caídos, quando estava sendo reivindicada a honra da lei! Não meramente para este mundo, mas para o Universo do Céu, devia ser para sempre liquidado o conflito. A confederação das trevas estava também observando, para ver se porventura havia uma perspectiva de triunfo sobre o divino e humano Substituto da raça humana, a fim de que o apóstata pudesse exclamar: "Vitória!" e o mundo e seus habitantes se tornassem para sempre o seu reino. (Mensagens Escolhidas, p255, § 3)

Alguém honrado por todo o Céu veio a este mundo para, revestido da natureza humana, postar-Se à cabeceira da humanidade, testificando aos anjos caídose aos habitantes dos mundosnãocaídos que, pelo auxílio divino que foi provido, todos podem andar na vereda da obediência aos mandamentos de Deus. O Filho de Deus morreu por aqueles que não tinham direito ao Seu amor. Por nós sofreu Ele tudo o que Satanás pôde apresentar contra Ele... (Mensagens Escolhidas I, p309, § 1.)

O Desejado de Todas as Nações

Com intenso interesse, os mundos não caídos observavam para ver Jeová levantar-Se e assolar os habitantes da Terra. E, fizesse Deus assim, Satanás estaria pronto a levar a cabo seu plano de conquistar a aliança dos seres celestiais. Declarara ele que os princípios de Deus tornavam impossível o perdão. Houvesse o mundo sido destruído, e teria pretendido serem justas as suas acusações. Estava disposto a lançar a culpa sobre o Senhor, e estender sua rebelião pelos mundos em cima. (DTN, pg 37, § 2.)

Em lugar de destruir o mundo, porém, Deus enviou Seu Filho para o salvar. Embora se pudessem, por toda parte do desgarrado domínio, ver corrupção e desafio, foi provido um meio para resgatá-lo. Justo no momento da crise, quando Satanás parecia prestes a triunfar, veio o Filho de Deus com a embaixada da graça divina.

Através de todos os séculos, de todas as horas, o amor de Deus se havia exercido para com a raça caída. Não obstante a perversidade dos homens, os sinais da misericórdia tinham sido constantemente manifestados. E, ao chegar à plenitude dos tempos, a Divindade era glorificada e vivia a lei aos olhos do Céu, dos mundos não caídos e dos homens pecadores. Diante dos anjos, dos homens e dos demônios, havia Ele proferido, sem ser contestado, palavras que, partidas de quaisquer outros lábios, teriam sido uma blasfêmia: "Eu faço sempre o que Lhe agrada." (DTN, p 468, a 1)

Os mundos não caídos e os anjos celestiais vigiavam com intenso interesse o conflito que se aproximava do desfecho. Satanás e suas hostes do mal, as legiões da apostasia, seguiam muito atentamente essa grande crise na obra da redenção. Os poderes do bem e do mal aguardavam para ver qual a resposta que seria dada à oração de Cristo - três vezes repetida (Lá no Getsemâni).

Os anjos anelavam trazer alívio ao divino Sofredor, mas isso não podia ser. Nenhum meio de escape havia para o Filho de Deus. Nessa horrível crise, quando tudo estava em jogo, quando o misterioso cálice tremia nas mãos do Sofredor, abriu-se o Céu, surgiu uma luz por entre a tempestuosa treva da hora da crise, e o poderoso anjo que se acha na presença de Deus, ocupando a posição da qual Satanás caíra, veio para junto de Cristo. O anjo não veio para tomar-Lhe o cálice das mãos, mas para fortalecê-Lo a fim de que o bebesse, com a certeza do amor do Pai. Veio para dar força ao divino-humano Suplicante. Ele Lhe apontou os Céus abertos, falando-Lhe das almas que seriam salvas em resultado de Seus sofrimentos. Afirmou-Lhe que Seu Pai é maior e mais poderoso que Satanás, que Sua morte redundaria na inteira derrota do mesmo, e que o reino deste mundo seria dado aos santos do Altíssimo. Disse-Lhe que Ele veria o trabalho de Sua alma, e ficaria satisfeito. (Isa 53:11). (DTN, p 693, a 4.)

Para os anjos e os mundos não caídos, o brado: "Está consumado" teve profunda significação. Fora em seu benefício, bem como no nosso, que se operara a grande obra da redenção.Juntamente conosco, compartilham eles os frutos da vitória de Cristo. (DTN, pg 758, § 3.)

Até à morte de Jesus, o caráter de Satanás não fora ainda claramente revelado aos anjos e mundos não caídos. O arquiapóstata se revestira por tal forma de engano, que mesmo os santos seres não lhe compreenderam os princípios. Não viram claramente a natureza de sua rebelião. (DTN, p 758, § 4)

Todo o Céu, bem como os não caídos mundos, foram testemunhas do conflito. Com que profundo interesse seguiram as cenas finais da luta! Viram o Salvador penetrar no horto do Getsêmani, a alma vergando sob o horror de uma grande treva. Ouviram-Lhe o doloroso grito: "Meu Pai, se é possível, passe de Mim este cálice." Mat. 26:39. À medida que dEle era retirada a presença do Pai, viram-nO aflito por uma dor mais atroz que a da grande e derradeira luta com a morte. Suor de sangue irrompeu-Lhe dos poros,... (DTN, pg 759, § 6)

Ali está o trono, e ao seu redor, o arco-íris da promessa. Ali estão querubins e serafins. Os comandantes das hostes celestiais, os filhos de Deus, os representantes dos mundos não caídos, acham-se congregados. O conselho celestial, perante o qual Lúcifer acusara a Deus e a Seu Filho, os representantes daqueles reinos imaculados sobre os quais Satanás pensara estabelecer seu domínio - todos ali estão para dar as boas-vindas ao Redentor. Estão ansiosos por celebrar-Lhe o triunfo e glorificar seu Rei. (DTN, p 834, § 1.)

Ouve-se a voz de Deus proclamando que a justiça está satisfeita. Está vencido Satanás. Os filhos de Cristo, que lutam e se afadigam na Terra, são "agradáveis... no Amado". Efés. 1:6. Perante os anjos celestiais e os representantes dos mundos não caídos, são declarados justificados. Onde Ele está, ali estará a Sua igreja. "A misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram." Sal. 85:10. Os braços do Pai circundam o Filho, e é dada a ordem: "E todos os anjos de Deus O adorem." Heb. 1:6.

15. Que maravilhoso, Criador e Redentor nosso p.or este conhecimento que mente alguma poderia pensar e verbalizar a não ser pela inspiração do Espírito Santo através de profeta de Deus. Amém, Améme Amém. Ora vem Senhor Jesus.

NOTA: - Ver o vídeo do site


Por Olavo Ferro
Igreja Adventista Central do Recife
olavoferro@uol.com.br

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Nick Vujicic – Legendado

Apresentador chileno antes de morrer ouve testemunho de fé em Jesus e ora – ASSISTA


Um dos mais conhecidos apresentadores de TV do Chile estava no avião Força Aérea Chilena que desapareceu na tarde desta sexta-feira(02/09), mas antes do acidentes comandou seu último programa, onde entrevistou Nick Vujicic e ficou extremamente feliz com o testemunho. -Veja vídeos no final do post…
Vujicic, um cristão evangélico, é conhecido internacionalmente por ter nascido sem pernas nem braços, e durante a entrevista estava divulgando o seu livro “No Limits”(Uma vida no limite), onde relata que mesmo tendo nascido sem braços ou pernas, assim mesmo tem uma vida útil funcional quase normal. E mais importante, mantém um espírito de alegria, excelência, fé e gratidão a Deus. O seu testemunho tem sido divulgado em todo o mundo.
Vujicic dá um claro testemunho de sua fé em Jesus e no Evangelho. Ele fala da morte e da eternidade, e em um ponto Camioraga diz “ninguém sabe o que acontecerá conosco amanhã”, e, finalmente, é convidado para fazer uma oração para colocar o programa de televisão, e o país nas mãos de Deus. Camioraga Felipe diz “Amém”.
O que é certo é que nessas últimas horas de sua vida, a apresentadora de TV teve um momento muito especial em que Deus falou com clareza e profundidade com ele através da vida de Nick Vujicic. Desde da entrevista até o momento do acidente que ele morreu, ninguém sabe o que passou pela sua mente e coração. Mas somente ele e Deus
Carolina de Moras (co-âncora) disse que após a entrevista Camioraga tinha mudado – “Naquele dia estava muito feliz … me abraçou e disse: ‘Carole, tenha um bom final de semana.” E ao falar com o Nick, diga a ele que estou completamente feliz, tenho tudo para ter em uma vida que sempre sonhei e não preciso de nada mais. ”
“O motorista de Felipe Camiroaga disse que ele estava maravilhado com o testemunho de Nick Vujicic, e expressou o desejo de ter Deus em sua vida.”
O australiano 29 anos lembrou que durante a entrevista, Camiroaga ficou surpreso quando ele esboçou sua visão da morte e da eternidade. “Eu disse que quero viver para sempre e eu acho que ele ficou um pouco surpreso quando eu disse isso. Eu disse: Sou ambicioso, porque 90 anos nesta terra não é suficiente “, disse Vujicic.
NOTA: O apresentador teve em seu último dia de vida a oportunidade de conhecer o agir de Deus na vida do seu servo, onde ouviu o testemunho da graça de Deus através de Jesusna vida de Nick. Esperamos no Senhor que Camiroaga tenha conseguido, como relato do seu motorista, entregado sua vida nas mãos do Senhor e descansado. Portanto viva como se fosse seu último dia, nesta oportunidade aceite o Senhor JESUS como Senhor e Salvador de sua vida. E reflita no que disse Camioraga “ninguém sabe o que acontecerá conosco amanhã” Amém…
Assista vídeo do momento da oração e a partir deste vídeo você poder outros do programa inteiro:
Vídeos traduzidos em português.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Jovem adventista dá testemunho em olimpíada mundial de química

ASN - PORTUGUÊS
Fortaleza, CE ... [ASN] Olimpíadas fazem parte do cotidiano de muitos jovens do ensino médio. Química, física, matemática e biologia são as que mais se destacam. Porém, a maior parte dessas olimpíadas ocorre aos sábados. Como um adventista poderia fazer uma olimpíada dessas? Existe a possibilidade, porém, é complicado o aluno fazer a prova após o sábado. A mudança do dia da prova é algo que praticamente não pode ser feito.
O PortalJA entrevistou Walter Collyer Braga, adventista, que terminou o ensino médio em 2008. Walter desde sua sexta série (atual sétimo ano) teve contato com olimpíadas de química. O garoto muito inteligente, esforçado, nunca abandonou seus princípios religiosos, sobretudo a guarda do sábado.
Walter participou de várias olimpíadas estaduais, brasileiras, ibero-americana e em 2008 foi um dos quatro brasileiros selecionados a ir para a International Chemistry Olympiad (IchO) (Olimpíada Internacional de Química), na Hungria. Para garantir uma vaga na equipe os quatro estudantes percorreram longo caminho na Olimpíada Brasileira de Química, participaram de seletivas realizadas em seis fases, as três primeiras iniciadas em 2007 e as fases finais no primeiro semestre de 2008. Uma delas avaliou conhecimentos de técnicas de laboratório. Os quinze estudantes mais bem colocados nessa série de avaliações se deslocaram para Teresina e, durante 15 dias, participaram de cursos e discussão com professores do Curso de Mestrado em Química da UFPI (Universidade Federal do Piauí). Após essa etapa, foram escolhidos os quatro representantes brasileiros na 40º IchO na Hungria. Hoje Walter, calouro do curso de Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC), sente-se com a consciência tranquila por nunca ter transgredido o quarto mandamento. A seguir, os principais pontos da entrevista que pode ser lida na íntegra no site www.portalja.com.br.

PortalJA - Você é adventista há quanto tempo?
Walter - Desde criança.

PortalJA - Como foi seu contato com as olímpiadas? Sempre gostou de química?
Walter - Foi na minha sexta série, por um clubinho de ciências, o qual nem tinha sido chamado pra saber. Nesse clube passavam aulas de química, eu não tinha nem sido chamado para fazer, falei com o coordenador e ele deixou eu fazer. No ano seguinte que começaram realmente as olimpíadas. Sempre gostei de química.
PortalJA - Como você conseguiu fazer a olimpíada pela primeira vez sem ser no sábado?
Walter - Foi a OCQ, ela seria num sábado e eu não tinha muitas esperanças para fazer, pois era no sábado e as organizadoras era muito rígida. Eu falei com o coordenador, e ele me perguntou como eu tinha ido em outra olimpíada, eu disse que não tinha passado, e o coordenador de uma cara de desanimo. Mas, mesmo assim ele falou que ia me escrever na cearense e caso eu quisesse fazer no sábado eu ia. Eu deixei em aberto e perguntei se existiria como mudar o dia da prova ou o outro jeito que eu pudesse. E o coordenador disse que iria perguntar à coordenadora. A partir desses dias, sempre eu ia perguntar o coordenador se ele tinha conseguido falar com a coordenadora. Até que numa quarta-feira antes da prova do sábado, ele falou comigo que eu e mais três adventistas iriam realizar a prova, só que depois dos por do sol. Teve até uma coordenadora que ficou com muita raiva, mas como a coordenadora chefe disse que poderíamos fazer, então, nós fizemos a prova. Porem ela tinha dito que no outro ano nos não poderíamos fazer. Nessa prova eu fiz, e tirei primeiro lugar, graças a Deus.

PortalJA - Em algum desses momentos você pensou em desistir de guardar o sábado?
Walter - Não. Eu pensava numa olimpíada futura (internacional ou ibero) o que os outros pensariam de mim se eu não fizesse a prova no sábado. Eu vi que não valeria a pena deixar de guardar o sábado por causa de uma prova, mesmo ela sendo bem importante e bem significante.

PortalJA - Ao fazer a Ibero Americana a prova também iria cair em um sábado. Você como sabemos, não iria fazer essa prova. O que você fez para reverter a situação?
Walter - Nós estávamos na UFC assistindo aula e eu não sabia quando iria acontecer a prova. Eu comecei a procurar o site da olimpíada na internet, e a primeira coisa que eu ia ver foi a data. Essas olimpíadas internacionais sempre possuem uma prova pratica e outra teoria, em dias alternados. E eu mandei logo um e-mail para o coordenador dizendo que se a prova fosse no sábado eu não iria, ele me respondeu e dizendo que seria quase impossível eu fazer, pois os horários eram muito rígidos, mas ele iria fazer o possível. Segundo o coordenador, nunca tinha acontecido esse fato com ele. Passou um tempo e ele pediu para que eu fizesse uma carta explicando os meus princípios e enviar para a coordenadora geral da olimpíada. Essa carta iria para todos os coordenadores dos países. E cada coordenador desses iria dar sua opinião, no final a coordenadora geral aceitou que eu fizesse a prova.
Porém nessa olimpíada uma iria cair na sexta(prova prática) e a outra no sábado. Houve até um fato interessante que nesse dia na Costa Rica houve uns furacões que destruíram as estradas e eu e os outros estudantes ficamos presos no hotel. Nós começamos a fazer a prova as 14 horas e terminaria às 18 horas. Eu corri e terminei a prova antes do por do sol.

PortalJA - Em algum desses momentos você pôde falar do amor de Deus pra ele?
Walter - Às vezes algum professor achava besteira em relação ao sábado, mas que respeitava. Mas eu sempre achei que era importante e que eram princípios, e fazendo isso eu estaria provando que tenho respeito e amor a Deus.

PortalJA - Após ter tido todos esses resultados, como se sente? Missão cumprida?
Walter - Sim sim… Pra quem começou brigando por fazer uma olimpíada e chegar a uma internacional para mim foi muito bom. Eu cheguei até a fazer provas e terminar meia noite e meia. E chegar em uma mundial e ganhar uma medalha, para mim foi trabalho cumprido.

PortalJA
- Qual mensagem voce diria para os que estão lendo essa entrevista?
Walter - Que sempre guardem o sábado. O sábado não cause empecilho a ninguém. Há como você conciliar, e mesmo que tenha aulas aos sábados, não vá, pois dá pra ter seu estudo integro sem falhas e alcançar seu objetivo de uma universidade ou de uma olimpíada, ou algo do tipo.

PortalJA - Quantas medalhas?
Walter - 13 medalhas
- Cearenses
2 ouros, 1 prata e um bronze.
-Brasileiras
Uma prata e dois ouros.
-Norte/Nordeste
Um bronze, duas pratas.
-Maratonas Cearenses
Um ouro.
-Ibero-Americana
Prata.
-Internacional
Bronze.
[Equipe ASN, Portal JA, Felipe Lemos]

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

TEMPO DE COLHEITA

A Bíblia apresenta uma parábola dita por Jesus em Lucas 19:12-26. Leia este passagem na sua Bíblia. Você verá que os servos que usaram e aumentaram o dinheiro que eles receberam ganharam mais dinheiro. Aquele que não fez nada com o dinheiro que recebeu acabou perdendo-o. Esta historia ilustra que se você usa o que você recebeu, mais se dará a você. Você deve usá-lo o irá perdê-lo:
“Ele respondeu: Eu lhes digo que a quem tem, mais será dado, mas a quem não tem, até o que tiver lhe será tirado” (Lucas 19:26).
O propósito deste post é de animar para o “Tempo de Colheita” não é só proporcionar uma experiência espiritual de “topo da montanha” e então enviá-lo novamente ao vale para perdê-la. A experiência do topo da montanha é para prepará-lo para viver no vale, assim como a experiência de Moisés no Monte Sinai.
Para manter o que você tem aprendido no treinamento de Tempo de Colheita, você deve levá-lo ao vale da vida cotidiana e do ministério e usá-lo. Você deve continuar seu estudo da Palavra de Deus e em oração. Você deve aplicar as estratégias da colheita espiritual que você tem aprendido e estender a mão para ensinar os fundamentos de fé aos outros, como viver no Reino de Deus, como conhecer a voz de Deus e princípios de guerra espiritual.
Visto que os obreiros para a colheita espiritual são poucos, você deve continuar ensinando e pregando o Evangelho com demonstração de poder. Você deve guiar outros para descobrir seus dons espirituais e compartilhar os princípios de poder com eles, desafiando-os a se tornarem obreiros reprodutivos. Você nunca deve deixar de multiplicar, organizar e mobilizar os recursos espirituais para os campos de colheita espirituais maduros das nações do mundo.
A Bíblia ensina, “a quem muito se dá, muito se requer”. Nós temos entregado muito em suas mãos através da instrução de Tempo de Colheita. Você recordará que este programa inteiro é baseado no principio de que “cada um ensina a outro para alcançar mais um”. Você tem sido alcançado por este treinamento. Agora é sua responsabilidade ensinar aos outros que possam também ensinar a outros:
“E as palavras que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie-as a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar outros” (2 Timóteo 2:2).
Quando você começou seu treinamento em Tempo de Colheita, você deu um passo muito importante. Você não se matriculou em um programa de uma denominação ou organização. Você se matriculou na “escola do Espírito”. É o treinamento de seu espírito pelo Espírito Santo - e essa instrução nunca acaba!
Assim, mesmo concluindo seu treinamento de Tempo de Colheita, ele não é um fim, mas um começo. Não é uma graduação, mas um início. Você tem afiado sua “foice espiritual” e se preparou para entrar no campo de colheita.
Como você aprendeu em seus estudos, os segadores vão para onde a colheita está madura e pronta. Aonde o chamado à colheita o levará, só Deus sabe. Mas você pode ter certeza de que você não trabalha sozinho. Você tem se unido a um grande exército de obreiros, datando desde os primeiros discípulos de Jesus, que tem escutado o chamado e tem respondido:
Eu ouvi um chamado, “Siga-me...”
... Isto foi tudo.
As alegrias da terra se apagaram;
Minha alma o perseguiu.
Eu levantei e segui...
... Isto foi tudo.
Qual é preço de responder a este chamado, só Deus sabe, mas recorde que você sempre deve participar dos...
“... sofrimentos como bom soldado de Cristo” (2 Timóteo 2:3).
Nunca estabeleça nada menos que o objetivo final. Siga semeando e segando, em tempo de semente e no tempo de colheita, até que cada grupo de pessoa, cada tribo, e cada nação sejam alcançados com a mensagem do Evangelho.
Nunca perca a visão da colheita espiritual:
Ali veio uma visão de campos de colheita branqueada que se estendiam até os fins da terra. Enquanto eu olhava, cada grão de trigo se tornava um rosto humano; cada folha levantada, uma mão levantada.
O Senhor me deu... a foice aflada de Sua estimada Palavra. Ele me pediu para recolher o grão, mas nunca usar mim foice para cortar ou ferir a outro segador, nunca responder, criticar... mas para fazer as coisas ao alcance e trabalhar enquanto é dia.


CAPÍTULO UM:
1. Lucas 13:20-21.
2. Evangelismo Como Fermento é o Evangelho do Reino de Deus que se estende pelo mundo inteiro devido ao poder interior do Reino, que é como o fermento na massa de pão.
3. A definição de “perdido” se refere ao entendimento de que todas as pessoas que não se arrependeram de seus pecados e experimentaram o novo nascimento descrito por Jesus em João capítulo 3, são consideradas perdidas porque elas tem perdido a pura natureza com a qual Deus criou o homem originalmente. Nós também podemos dizer que eles são “não-salvos” ou “incrédulos” porque eles não têm sido salvos de seus pecados por crer no Senhor Jesus Cristo como o Salvador.
4. O “destino do perdido” se refere ao entendimento de que os não-salvos enfrentam a morte espiritual de separação eterna de Deus. Seu destino é o Inferno.
 Presença - Plantação
 Proclamação - Perfeição
 Persuasão - Participação

CAPÍTULO DOIS:
1. Ezequiel 33:8.
 Ordem
 Condição
 Interesse
 Competição
 Consumação
2. As três coisas necessárias para cumprir o mandato de evangelização são:
 A evangelização deve ter a prioridade.
 Deve ser capacitado pelo Espírito Santo.
 Deve seguir os modelos do Novo Testamento.

CAPÍTULO TRÊS:
1. 1 Coríntios 15:3-4.
2. A palavra “Evangelho” realmente significa “boas notícias”. Quando nós falamos do Evangelho em um sentido bíblico, se refere às boas notícias do Reino de Deus e de salvação através de Jesus Cristo.
3. Os elementos básicos do Evangelho são que Cristo morreu por nossos pecados segundo as Escrituras, foi enterrado, e ressuscitou segundo as Escrituras. Em seu sentido estreito, o Evangelho pode ser resumido na mensagem de João 3:16. Em seu significado mais amplio, ele inclui tudo que Jesus ensinou a Seus discípulos.
(1) O pecado é universal: Romanos 3:23
(2) A oferta de salvação é universal: 1 Timóteo 2:4
(3) A ordem para arrepender-se é universal: Atos 17:30
(4) O convite para crer é universal: Romanos 10:9-11
4. O Evangelho é poderoso porque:
 É a revelação do poder de Deus para o homem.
 Traz a salvação a todos os homens, sem levar em conta cor ou credo.
 Revela o que os homens podem conhecer sobre Deus.
 Revela o juízo e a ira de Deus contra o pecado.
 Revela a justiça de Deus.
 Mostra como ser justificado (perdoado, restaurado a um relacionamento correto com Deus) pela fé.
 É a base da fé pela qual nós vivemos.

CAPÍTULO QUATRO:
1. Romanos 1:16.
2. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Quatro.
3. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Quatro.
4. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Quatro.
5. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Quatro.
6. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Quatro.
7. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Quatro.
8. Dar testemunho significa dizer o que você tem visto, ouvido ou experimentado. Em um tribunal de justiça, uma testemunha é aquela pessoa que testifica sobre alguém ou algo. Como testemunhas, nós devemos testificar sobre Jesus e Seu plano para a salvação de toda a humanidade.
9. O termo “leigo” ou “laico” significa “pertencente ao povo escolhido de Deus”. O significado básico da palavra é “todo o povo de Deus”. O termo “leigo” chegou a ser usado para aqueles que não estavam servindo nas funções de tempo integral especiais na igreja.
10. O termo “clero” tem sido desenvolvido para identificar o ministro profissional na igreja. O “clero” se refere àqueles que consideram o ministério a sua profissão e que são empregados de tempo integral na igreja.
11. O chamado dos leigos se refere à responsabilidade de cada crente de ser um sacerdote ou ministro do Evangelho aos incrédulos.

CAPÍTULO CINCO:
1. Filemon.
2. A comunicação evangelística deve:
 Incluir os elementos humanos e divinos.
 Ser para todas os tipos de pessoas.
 Ser equilibrada entre os grupos e indivíduos.
 Ser compreendida dentro do contexto cultural.
 Ir além da expressão com palavras.
 Estar em Harmonia com seu estilo de vida.
3. Atos 26:18.

CAPÍTULO SEIS:
1. 2 Timóteo 2:2.
2. O plano de Deus se resume em Atos 1:8. O Espírito Santo é o poder divino por trás do processo da multiplicação, Jesus Cristo é o conteúdo da mensagem e o mundo inteiro é o destinatário da mensagem. Os crentes são os agentes de multiplicação. O método de Deus é para cada crente “testificar” da mensagem do Evangelho, ensinando pessoas que poderão ensinar às outras (2 Timóteo 2:2).
3. André e Ananias.
4. As prioridades para a evangelização são:
 As redes sociais existentes
 As casas
 Os povos não-alcançados
 As áreas receptivas
 As cidades
5. Quatro tipos de pecadores descritos na Bíblia são:
 Os pecadores racionais
 Os pecadores reformados
 Os pecadores religiosos
 Os pecadores rejeitados

O EVANAGELHO A TODO O MUNDO

CAPÍTULO SETE:
1. Atos 17:6.
2. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Sete.
3. A Bíblia diz que eles realmente “transtornaram” o mundo com o Evangelho.

CAPÍTULO OITO:
1. Marcos 4:33.
2. Uma parábola é uma historia que usa um exemplo do mundo natural para ilustrar uma verdade espiritual. O significado real da palavra “parábola” é “pôr ao lado de, comparar”. Nas parábolas Jesus usou exemplos naturais e os comparou com verdades espirituais. Uma parábola é uma historia terrena com um significado Celestial.
3. Entendimento das verdades espirituais ensinadas nas parábolas que foi dado aos discípulos porque eles tinham mentes espirituais. Aqueles sem mentes espirituais ouviram as parábolas e não as entenderam.
4. Veja a discussão das parábolas em Capítulo Oito.

CAPÍTULO NOVO:
1. João 4:39.
2. A evangelização pessoal é o que o nome reflete; é compartilhar o Evangelho pessoalmente com os indivíduos. É a evangelização um a um, pessoa a pessoa.
3. A evangelização pessoal ser feita através:
 Do testemunho silencioso
 Dos Impressos
 Do testemunho verbal
4. Compare sua explicação com a discussão no Capítulo Nove.

CAPÍTULO DEZ:
1. Romanos 1:20.
2. Às vezes Satanás insere perguntas ou objeções na mente de uma pessoa. Algumas pessoas trazem objeções que não são originais, que não partiram delas, mas sim que foram outras pessoas que disseram. Elas têm ouvido o que alguém disse e elas simplesmente estão ‘enrolando’ ou tentando tirar você do assunto. Outros levantam objeções que realmente estão impedindo-os de tomar uma decisão para Cristo. Estas devem ser tratadas com êxito antes que as pessoas possam aceitar o Evangelho.
3. Compare suas respostas com a discussão de cada tema em Capítulo Dez.

CAPÍTULO ONZE:
1. Romanos 15:19.
2. A evangelização de saturação é uma abordagem para estender o Evangelho que funciona bem como o fermento na massa de pão. Seu propósito é estender o Evangelho até que uma área inteira seja penetrada e afetada. Começando em uma comunidade local, a evangelização de saturação se estende para penetrar seu estado e eventualmente sua nação.
3. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Onze.
4. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Onze.
5. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Onze.
6. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Onze.

CAPÍTULO DOZE:
1. Habacuque 1:5.
2. Uma cruzada de massa alcança as pessoas que durante anos tem estado buscando a Deus. Toca as pessoas que nunca entrariam em um edifício de igreja. Provê oportunidade à demonstração do poder de Deus aos incrédulos. Alcança muitas pessoas rapidamente com o Evangelho e é um método importante para alcançar rapidamente a população crescente do mundo. As cruzadas de evangelização de massa ajudam a identificar o solo espiritual que está pronto para segar a ceifa e freqüentemente produzir a plantação de novas igrejas. Se ali já existem igrejas na área, o crescimento é experimentado enquanto os novos convertidos se agregam à comunidade cristã.
3. Compare suas respostas com a discussão de cada tema no Capítulo Doze.

CAPÍTULO TREZE:
1. Mateus 16:24.
2. A palavra “convertido” se refere aos novos crentes em Jesus que tem nascido de novo pela fé e se tornam parte do Reino de Deus.
3. Um “discípulo” é um convertido que está estabelecido nos princípios da fé cristã e é capaz de levantar novos convertidos e discipulá-los. A palavra “discípulo” quer dizer “um aprendiz, um aluno, alguém que aprende seguindo”. É mais que conhecimento da cabeça. É aprender o que afeta e muda o estilo de vida de uma pessoa.

4. As seis áreas de acompanhamento imediato são:
 Convicção de salvação
 Confessar a Cristo publicamente
 O batismo no água
 O batismo no Espírito Santo
 Desenvolver uma vida devota
 Ser parte adequada de uma igreja local

5. Os nove princípios do discipulado revelados no estudo de Jesus e de Seus discípulos são:
Seleção Instrução Delegação
Associação Demonstração
Consagração Participação
Visão Vigilância

6. A verdadeira prova do discipulado é o que acontece quando você já não está presente com seus discípulos. Eles continuam sendo fiéis e ensinando aos outros que têm a habilidade de continuar o processo de multiplicação.
VER CAPÍTULO 14

Nasce em Mim - Mãos à Obra

Nasce em Mim


Ageu 1, 15–2,9 – “mãos a obra”

A Palavra de Deus se atualiza na nossa vida de uma forma espiritual e interior. Assim como Deus assumiu um compromisso com o povo que retirou do Egito e o incentivou a tomar coragem para reconstruir o templo de Jerusalém e restaurar nele o seu antigo esplendor Ele hoje, também, assume um compromisso com todos nós a quem Ele tirou da escravidão do pecado. Ele nos dá palavras de ordem e incentivo para que nós persigamos a conquista de uma nova vida, com outra mentalidade, domando em nós todo desânimo, medo de errar não querendo assumir compromissos e desistindo dos nossos objetivos de amá-Lo e servi-Lo. “Não temais, diz o Senhor”, “o meu Espírito permanece no meio de vós!” “Eu hei de mover o céu e a terra, o mar e a terra firme….hei de encher de esplendor esta casa!” Não podemos duvidar pois o próprio Deus nos garante a restauração do nosso coração afligido, ferido e maltratado pelo exílio longe do Senhor. Deus coloca à nossa disposição tudo de que nós necessitamos para que tenhamos uma vida de qualidade, vida de filhos de Deus, amados. Muitas vezes, perdemos um precioso tempo, preocupados (as) com a nossa existência, nossa sobrevivência, no entanto o Senhor nos diz: “pertence-me a prata, pertence-me o ouro. O esplendor desta nova casa será maior que o da primeira… estabelecerei a paz..” O que mais nós queremos esperar? Por que duvidamos da ação e da providência do Deus que nos criou? – O Senhor está perto de nós e sabe das nossas carências e dificuldades e faz questão de nos ajudar a construir em nós uma morada de paz e felicidade. - Você tem consciência de que hoje, como ontem o Espírito de Deus permanece no meio de nós? – De que você tem medo?- Você é uma pessoa que se aflige com as dificuldades da sua vida ou pelo contrário, tem confiança na providência de Deus e, se mantêm serena?- Você confia nas promessas de Deus para a sua vida e a da sua família? – Como está o seu relacionamento com a sua família. No seu lar existe paz e felicidade? Ore ao Senhor, hoje, e peça a Ele o cumprimento das promessas dessa palavra.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

EVANGELISMO COMO FERMENTO: CRIAR UMA REDE

CAPÍTULO CATORZE:
1. Lucas 4:18.
2. Planear O ajudará a ser um mordomo sábio do Evangelho e dos recursos do ministério como edifícios, propriedade, equipamento, finanças, e os dons espirituais dos crentes ao seu cuidado. Planejar proporciona direção, lhe ajuda a tomar decisões boas, estabelece prioridades para o ministério, e o faz responsável pela avaliação. Permite-lhe atuar decididamente em lugar de reagir às situações de crise.
3. Compare sua explicação com a discussão no Capítulo Catorze.
CAPÍTULO QUINZE:
1. Filipenses 2:2-4.
2. Uma “rede” é a unção de muitos segmentos juntos para fazer um todo. Simplesmente declarado, uma rede consiste em pessoas que falam umas com as outras, compartilhando idéias, informação e recursos para realizar uma meta comum.
3. Leia 1 Coríntios 12:4-31. Nesta passagem a Igreja é vista como um corpo unido de muitas partes com crentes dotados que funcionam juntos em ministério e missão. Este é um exemplo de funcionar em rede.
4. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Quinze.
5. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Quinze.
6. A unidade do espírito.
7. Compare sua explicação com a cedida no Capítulo Quinze.

CAPÍTULO DEZESSEIS:

1. Lucas 16:17-18.
2. Compare suas respostas com a discussão no Capítulo Dezesseis.
3. Cinco tipos de enfermidade são:
 A enfermidade espiritual
 A enfermidade física
 A enfermidade emocional
 A enfermidade mental
 As condições demoníacas
4. A cura divina é quando o verdadeiro Deus revela Sua natureza, cumpre Suas promessas, e age em Sua provisão na expiação de Cristo curando uma pessoa e fazendo-a curada no corpo, alma, e espírito.
5. Satanás é a fonte da enfermidade.
6. Compare sua lista com a discussão no Capítulo Dezesseis.
7. Uma enfermidade para a morte ou uma enfermidade para a glória de Deus.
8. Compare sua lista com a discussão no Capítulo Dezesseis.

CAPÍTULO DEZESSETE:
1. Salmos 67:2.
2. Uma “variável” é um fator que causa variações ou resultados diferentes.
3. Compare sua resposta com a discussão em Capítulo Dezessete.
4. Compare sua resposta com a discussão em Capítulo Dezessete.

CAPÍTULO DEZOITO:
1. Mateus 10:7-8.
2. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Dezoito.
3. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Dezoito.
4. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Dezoito.
5. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Dezoito.

CAPÍTULO DEZENOVE:
1. Mateus 10:1.
2. Os espíritos sedutores, espíritos de enfermidade, espíritos imundos.
3. O dom de discernir espíritos permite a um crente discernir os espíritos que operam em outros e discernir imediatamente se ou não uma pessoa tem um espírito maligno que opera através ou contra ele. Impede o engano dos espíritos mentirosos ou sedutores. Uma pessoa com esse dom poderá reconhecer as tácticas e os motivos maus dos poderes demoníacos.
4. A possessão demoníaca é uma condição na qual um ou mais espíritos malignos (demônios) habitam o corpo de um ser humano e toma a vontade e o controle completo de sua vítima.
5. Compare sua lista com a lista cedida no Capítulo Dezenove.
6. Ser obcecado por demônios significa ser consumido por um interesse incomum pelos demônios, Satanás, e pelo sobrenatural.
7. Compare sua resposta com a discussão no Capítulo Dezenove.
8. Ser oprimido por demônios significa que os poderes demoníacos o mantém submisso, vem contra você, ou o amarram exteriormente.
9. Compare sua lista com a lista cedida no Capítulo Dezenove.
10. Compare seu resumo com a discussão no Capítulo Dezenove.

CAPÍTULO VINTE:
1. 1 Tessalonicenses 1:7-8.
2. A palavra “igreja” significa “uma assembléia de pessoas que pertencem ao Senhor” ou “os Chamados [convocados] para fora”. A palavra “igreja” também se usa para as comunidades locais de indivíduos que são parte do Corpo universal de Cristo.
3. Jesus Cristo é a cabeça da igreja.
4. Todos os crentes renascidos, as pessoas que são chamadas “pedras vivas” em 1 Pedro 1:5.
5. Apóstolos, profetas, evangelistas, pastores, e maestros (Efésios 4:11-16).
6. A missão da igreja é:
Evangelização: Os crentes estavam constantemente ocupados pregando e ensinando o Evangelho, batizando os novos convertidos, levando-os à experiência do Espírito Santo, curando, libertando e expulsando os demônios.
Edificação: Edificação significa construir. Os crentes plantaram igrejas para ensinar e nutrir os novos convertidos até que eles alcançassem, a maturidade como discípulos.
7. A igreja em Tessalônica.

CAPÍTULO VINTE E UM:
1. Ezequiel 3:21
2. Os dez passos do ciclo de plantar igrejas são:
 Obreiros comissionados
 Pessoas contatadas
 Evangelho comunicado
 Ouvintes convertidos
 Crentes congregados
 Fé confirmada
 Líderes consagrados
 Igreja encomendada
 Relação continuada
 Ciclo repetido
3. As sete prioridades do ministério do Apóstolo Paulo:
 As cidades
 Os campos receptivos
 Seu próprio povo
 Os povos não-alcançadas
 Os grupos de povos
 A comunicação de massa do Evangelho
 O discipulado individual

CAPÍTULO VINTE E DOIS:
1. Colossenses 2:19.
2. O crescimento interno se refere ao crescimento espiritual e desenvolvimento de seus membros. A Igreja cresce espiritualmente a medida em que crescem seus membros individuais.
3. O crescimento por expansão ocorre quando os crentes ganham a novos convertidos a Cristo e os conectam a comunhão de sua própria igreja local. Isto produz crescimento numérico da igreja local.
4. O crescimento por extensão ocorre quando uma igreja começa outras igrejas numa cultura similar. A nova igreja é uma extensão da igreja mãe, assim como uma criança no mundo natural é uma extensão física dos pais.
5. O crescimento por ligação ocorre quando uma Igreja se estende pelas lacunas nacionais, lingüísticas, ou étnicas para plantar uma nova igreja numa cultura diferente.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

CONFIANÇA DE ALEXANDRE E O MÉDICO

A confiança de Dario aumentou ainda mais quando se convenceu de que era por covardia que Alexandre se demorava na Silícia. Mas o que detinha Alexandre naquele lugar era a doença, atribuída por uns ao seu cansaço, por outros a um banho tomado no Cinnus, cujas águas são geladas. Os médicos, persuadidos de que o mal estava acima de todos os remédios, não ousavam ministrar-lhe os socorros necessários, com medo de provocar, se não conseguissem curá-lo, o ressentimento dos macedónios. Só Filipe – o Acarnaniano – venceu esse receio. Vendo o rei em perigo extremo, contando com a amizade que Alexandre tinha por ele e considerando ainda a vergonha porque passaria se não se expusesse ao perigo para salvar aquela vida ameaçada, experimentando, para salvá-la, os últimos remédios e arriscando tudo, propôs-lhe um tratamento e convenceu-o de que devia confiar, se é que desejava tanto sarar e ficar em condições de continuar a guerra.
Nessa ocasião, Alexandre recebera uma carta que Parmenion lhe enviara do campo, avisando-o de que devia pôr-se em guarda contra Filipe. Dizia a carta que Filipe, seduzido pelos ricos presentes de Dario e pela promessa de casar com a filha, se comprometera a provocar a morte a Alexandre. O rei leu a carta e, sem a mostrar a nenhum dos seus amigos, guardou-a debaixo do travesseiro. No momento oportuno, Filipe acompanhado pelos médicos, entrou no quarto, com o remédio que trazia numa taça. Alexandre deu-lhe com uma das mãos a carta de Parmenion, e, tomando com a outra a taça, engoliu o remédio de um só gole, sem deixar transparecer nenhuma suspeita. Foi admirável o espetáculo, uma cena deveras teatral, ver os dois homens, um a ler, o outro a beber, depois de se olharem, mas um e outro de maneira bem diferente. Alexandre, com o rosto risonho e satisfeito, atestava a seu médico a confiança que nutria nele. E Filipe indignava-se contra a calúnia, ora chamando os deuses para provar a sua inocência, com as mãos levantadas para o Céu, ora jogando-se sobre a cama de Alexandre e exortando-o a ter esperança e a deixar-se guiar por ele sem receio.
O remédio, provocando forte reação, começou a produzindr um grande abatimento no corpo, tirando-lhe e reprimindo-lhe, por assim dizer, todo o vigor até nas fontes da vida; e isto a ponto de Alexandre desmaiar, sem mais voz e apenas com um resto de pulso e de sensibilidade. Mas, os socorros de Filipe fizeram-no logo recuperar as forças e aparecer aos macedónios, cuja inquietação e pavor só cessaram ao tornarem a ver Alexandre". – Alexandre e César.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Alessandra Samadello - José no Egito

O GRANDE CONFLITO: Tocando Vidas

“Sou uma pessoa revolucionaria, do tipo silêncio”, disse Wehdy Luhabe, de Johannesgurgo, África do Sul, ao repórter. Como uma das mulheres de negócio mais proeminentes da África do Sul e empreendedora social, Luhabe já realizou muitas coisas. O livro “O Grande Conflito”, porém, mudou a sua vida para sempre.
O currículo de Wendy Luhabe é cheio de cargos poderosos e vários prémios internacionais – ela faz parte do conselho administrativo de sete grandes corporações e é membro do conselho da Johannesgurg Securities Exchange. É cofundadora do Women Invetment Portfolio Holdings e está entre as 50 principais empresárias do mundo. Em 2006, foi nomeada chanceler da Universidade de Johanesburgo, a primeira mulher a ocupar esse cargo. Ocupa posições de influência em toda a Europa e já recebeu um prémio de prestígio do Fórum de Economia Mundial, na Suíça, e homenagens no Japão. É autora do livro Defining Moments (Momentos Decisivos), cuja os recursos são utilizados na educação de mulheres negras desamparadas.
Nada parecia diminuir o rítmo de Luhabe, super-empreendedora, até que ela fraturou o tornozelo no início de 2010. Enquanto permaneceu em casa em recuperação, uma amiga ofereceu-lhe um conjunto de DVDs do evangelista sul africano, Mark Woodman, que a introduziu no assunto do grande conflito. Após contar ao filho Lumko e à nora Zanele sobre as coisas incriveis que estava a aprender, Zanele deu-lhe o livro O Grande Confltio, de Ellen G. White. Wendy leu o livro avidamente e ficou tão impressionada que foi à livraria adventista e comprou toda a colecção de livros de Ellen White.
Além disso, Wendy entrou em contacto com Paul Ratsara, presidente da Divisão África do Sul e do Oceano Índico.
Ratsara ofereceu-se para estudar a Bíblia com ela e, seis meses mais tarde, no dia 23 de Outubro de 2010, teve o privilégio de baptizar Wendy Luhabe na Igreja Adventista do Sétimo Dia.
“Sendo anglicana toda a minha vida, e há dez anos procurando por uma igreja que defende a verdade, sinto-me abençoada por ter sido levada à Igreja Adventista do Sétimo Dia”, disse Wendy. “Os livros de Ellen G. White foram muito importantes. Quando li O Grande Conflito, compreendi, pela primeira vez, o significado do que aconteceu no Jardim do Éden, da Crucifixão de Cristo, da decepção de minha antiga religião, o facto de que omundo é caracterizado tanto pelo bem como pelo mal e, finalmente, do conflito entre o pecado e a justiça.”
“Já doei esse livro para várias pessoas lerem – inclusive ao bispo da minha antiga igreja. O Grande Conflito foi fundamental na minha decisão para o baptismo em Outubro de 2010.”
Revista Adventist World - Junho 2011

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Heritage Singers / "I Will Glory In The Cross" (Live from Prague)

061230 - Seminário Santificação (7)

A Conversão de Imigrantes Japoneses no Brasil à Igreja Adventista do Sétimo Dia

A Igreja Adventista do Sétimo Dia tem uma forte ênfase missionária. A sua expansão está muito relacionada aos processos de imigração. No caso do Brasil, o crescimento da IASD, na primeira metade do século XX, ocorreu através da adesão de imigrantes recém-chegados ao país. Os japoneses são uma excepção. Os estudos mostram que, apesar de o Colégio Adventista ter recebido muitos alunos japoneses recém-imigrados para o Brasil, trazidos por um missão japonesa protestante chamada Rikokai, o número de conversos foi extremamente restrito. Os poucos japoneses conversos ao Adventismo já eram, via de regra, cristãos no Japão. O crescimento do número de descendentes de japoneses começou a verificar-se apenas a partir da década de 1960, sendo que existem duas igrejas étnicas adventistas na cidade de São Paulo, mas com um número reduzido de membros, uma vez que boa parte dos descendentes participam normalmente das outras igrejas. A pouca adesão dos japoneses ao Adventismo demonstra as dificuldades das conversões religiosas em contexto de uma religião estruturada para outra similar, no caso do Budismo para o Adventismo, que se apresenta como uma visão radical dentro do Cristianismo.

BACH - CANTATE BWV 51 " Jauchzet Gott " - Lucia POPP

The United States in Bible Prophecy -(Pastor David Asscherick)